Opinião

O Samba em Ovar – Ricardo Alves Lopes

Hoje vou assumir o risco de entrar por um caminho sinuoso, até tonto, mas não posso acertar sempre e é algo que está na minha cabeça.
Enquanto proprietários de um qualquer espaço comercial, devemos compreender a adequação da nossa oferta ao meio que nos envolve, de acordo? Julgo que sim, que é unânime. Portanto, pegando nesse pressuposto e no que é a realidade ovarense, não apenas no carnaval, tenho uma ideia formulada na cabeça, que, obra do acaso, partilhei com um amigo esta semana.

Por todos é sabido e reconhecido o gosto de muitos em Ovar pelo samba, pela generalidade da sonoridade brasileira, bem como a extensão que fazem dessa paixão ao longo do ano, com pequenos concertos e iniciativas. Confesso-me leigo na matéria e um simples apreciador ao longo destes meses que agora vivemos, mas sei que não sou eu que faço a regra. Que há muita gente cá que gosta e compreende a música, como há muita gente, ao longo do país, que a admira e exulta com ela.

Somos um país onde se vive carnaval, alguns dos quais com bastante ligação ao samba, somos um país com bastantes brasileiros e somos um país que desde há muito consome cultura brasileira. Ou seja, em suma de todo este enquadramento que aqui fiz, não seria interessante Ovar ter um espaço especializado nesta área de negócio?

Um bar, ou um café-concerto, destinado a este tipo de música brasileira e a outras mais? Vejo pessoas de cá, das que promovem o samba em Ovar, com boas redes de contactos, vejo aceitação quando as festas são locais, não seria interessante ter um espaço fixo, que se promovesse durante todo o ano, a alargar a oferta a todos os que durante o ano apreciam esse tipo de música?

Como disse, sei pouco do que estou a falar e nem me tentei informar mais, revelei apenas uma ideia que por mim se pervagava, e que nunca antes tinha referido. Deixei-a ao dispor por não sentir que alguma vez a vá por em prática, mas por achar que para alguém, privado, até poderia ser um caso a ser pensado.
Termino agora o texto, com a consciência de partilha. Se certa se errada, não sei responder.

Ricardo Alves Lopes (Ral)
www.ricardoalopes.com
http://tempestadideias.wordpress.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta