Opinião

O Sono dos Bebés e Crianças – Rosa Perez

Qual a importância do sono nos bebés e crianças?

O sono é fundamental para o desenvolvimento de diversas funções cerebrais. Também é durante o sono que ocorre a maior parte da libertação das hormonas do crescimento.

Assim sendo torna-se fácil entender como o sono contribui para o desenvolvimento do bebé e criança, a sua saúde física e mental, nomeadamente o comportamento, a aprendizagem, a memória, a regulação emocional e a qualidade de vida.

Quantas horas de sono necessitam dormir bebés e crianças?

Se o seu bebé é um caso de idealização de padrões rigorosos de sono ou ajustamentos à realidade do adulto, isso pode resultar em análises precipitadas e geradoras de ansiedade. Convém ter presente que os bebés não têm um ciclo regular de sono até aos 6 meses de idade, que a necessidade de dormir é máxima no recém-nascido e que esta necessidade vai diminuindo ao longo do tempo.

Assim sendo:

  • Os recém-nascidos dormem uma média de 16 a 18 horas por dia, na generalidade, por períodos de 1 a 2 horas de cada vez;
  • Perto dos 3 meses de idade, a maioria dos bebés já estabeleceu um ciclo dia-noite, embora seja normal despertarem 4-5 vezes por noite, e passam mais tempo acordados de dia;
  • Aos 4 meses já existe uma adequada maturação metabólica e do sistema nervoso central, que permite aos bebés dormir cerca de 10-11 horas de noite e de 4 a 5 horas de dia, normalmente, repartidas por 2 períodos;
  • Por volta dos6 meses, a maioria dos bebés dorme uma média total de 15 horas e já com uma divisão clara entre o dia e a noite, muito embora seja normal pequenos despertares, com rápido retorno ao seu sono;
  • Dos 6 aos 12 mesesos bebés dormem cerca de 12 a 16 horas;
  • As Crianças entre 1 e 2 anos dormem cerca de 11 a 14 horas por dia;
  • As Crianças dos 3 aos 5 anos dormem cerca de 10 a 13 horas por dia;
  • As Crianças dos 6 aos 12 anos dormem cerca de 9 a 12 horas por dia.

Como ajudar a dormir bebés e crianças?

Use o conhecimento que tem do seu bebé/criança e aproveite estas oportunidades para promover a sua vinculação.

  • Converse e brinque mais durante o dia, aumentando o tempo em que a criança permanece acordada para que tenha mais sono e durma melhor durante a noite;
  • Antes de adormecer o bebé/criança, diminua os estímulos e mantenha o ambiente calmo;
  • Deite o bebé na cama antes de estar demasiado sonolento, para que se habitue a adormecer na própria cama;
  • À noite, durante a muda da fralda ou amamentação, não estimule ou brinque para não despertar mais o bebé;
  • Espere alguns minutos antes de responder ao apelo da criança. Se não conseguir adormecer por si só, verifique se existe algum incómodo, como estar molhado, ter fome, ter calor ou frio, mas de preferência, sem ligar a luz, brincar ou pegar, para não desencadear mais estímulos.

Como promover um sono seguro?

No que toca aos bebés:

  • Até ao 1º ano de vida, devem dormir de barriga para cima, por estar provado que diminui o risco de morte súbita;
  • Deixe o seu bebé eructar, antes de o deitar, caso tenha sido alimentado anteriormente;
  • Os berços/alcofas devem ter um colchão firme e seguro;
  • O bebé deve dormir com os pés a tocar o limite inferior da cama e com os lençóis presos por baixo dos braços para evitar o risco de escorregar para o fundo da cama;
  • Nunca deixe objetos soltos no berço por poder aumentar o risco de sufocar o bebé;
  • O bebé deve dormir no quarto dos pais, pelo menos, até aos 6 meses de idade;
  • Traga o bebé para a cama dos pais apenas para o alimentar ou confortar, de seguida deverá colocá-lo novamente no seu berço. Dormir entre adultos aumenta o risco de acidentes.

Tal como os bebés, a criança também beneficia de uma rotina do sono, que deverá ser repetida todos os dias:

  • Alimente atempada e convenientemente a sua criança, evitando refeições pesadas e demasiado próximas da hora de deitar,
  • Evite ambientes agitados e ruidosos apagando as luzes e desligando aparelhos eletrónicos;
  • Certifique-se de que nenhuma preocupação relacionada com as atividades do dia está presente;
  • Invista num banho quente, uma massagem relaxante ou uma leitura.

Bons sonos e bons sonhos!

Rosa Perez
Enfermeira Especialista em Enfermagem de Saúde Infantil e Pediátrica
USF João Semana

Artigos relacionados

Deixe uma resposta