Publicidade
Primeira VistaSaúde

“O tétano ainda mata em Portugal” – Por Enf. Sónia Almeida

O tétano é uma doença grave, potencialmente fatal, causada pela bactéria Clostridium tetani. Esta bactéria produz uma toxina que afeta o sistema nervoso central, causando rigidez muscular, espasmos e convulsões. É encontrada no solo, estrume e na superfície de objetos sob a forma de esporos, quando contamina ferimentos torna-se capaz de produzir uma toxina que atua nas terminações nervosas, induzindo contrações musculares intensas.

As primeiras manifestações do tétano são, geralmente, dificuldade em abrir a boca e engolir, surgem alguns dias apos a contaminação. Na maioria dos casos, há progressão para contraturas musculares que podem colocar a vida em risco quando atingem os músculos respiratórios.

A vacinação é a única forma de prevenir o tétano. A vacinação é recomendada para todas as pessoas, de todas as idades, ao longo da vida.

publicidade

Em Portugal, a vacinação contra o tétano é gratuita e está disponível nos centros de saúde, mesmo para pessoas que não têm médico de família.

As pessoas que estão mais expostas ao tétano incluem:

  • Trabalhadores que lidam com animais ou resíduos de animais;
  • Pessoas que trabalham em áreas rurais ou florestais;
  • Pessoas que praticam atividades ao ar livre, como jardinagem ou camping;
  • Pessoas que sofrem de ferimentos ou queimaduras;
  • Pessoas idosas com risco de queda;
  • Mulheres grávidas.

A vacinação contra o tétano é feita com uma injeção que é administrada no músculo do braço. A dose de reforço é recomendada a cada 20 anos até aos 65 anos e depois passa a cada 10 anos.

A proteção contra o tétano é individual. A vacina estimula o sistema imunológico a produzir anticorpos que protegem contra a toxina produzida pela bactéria do tétano. Quando a pessoa é vacinada, o corpo deteta a substância e produz uma defesa, ou seja, é acionada uma resposta com formação de anticorpos. São esses anticorpos que permanecem no organismo e evitam que a doença ocorra no futuro ou se ocorrer diminuem a sua intensidade

Para se manter vacinado contra o tétano, é importante:

  • Verifique o seu cartão de vacinação físico ou digital para saber se está atualizado;
  • Se não tiver certeza se está vacinado, fale com o seu enfermeiro;
  • Faça a dose de reforço a cada 20 anos ate aos 65 anos depois passa a cada 10 anos;

Vacinar-se é um gesto simples que pode salvar vidas.

Como consultar o estado vacinal:

  • Acesso o Portal do Utente com o seu Cartão de Cidadão ou Chave Móvel Digital.
  • Na área pessoal do utilizador, selecione a opção “Os meus registos”.
  • Na seção “Vacinações”, clique em “Consultar”.

A página de consulta de vacinas exibirá uma lista de todas as vacinas administradas a si. Esta lista inclui a data da vacina, o tipo de vacina e o estado de vacinação.

Se estiver alguma vacina em falta, o Portal do Utente exibirá uma mensagem informando sobre isso.

Em suma, a vacinação contra o tétano é uma medida simples e eficaz para prevenir uma doença grave e potencialmente fatal. É importante que todas as pessoas, de todas as idades, se mantenham vacinadas contra o tétano, independentemente da sua atividade ou exposição a fatores de risco.

Faça a sua parte e vacine-se!

Enf. Sónia Almeida (USF João Semana)

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo