LocalSlider

Obras na Linha do Norte não incluem estações

A Linha do Norte, entre Gaia e Ovar, vai entrar em obras em julho e os trabalhos nas estações ou apeadeiros serão pontuais, disse o Vice-Presidente da Infraestruturas de Portugal, Carlos Fernandes.

Estas intervenções não dizem respeito à renovação integral dos 32 quilómetros entre Gaia e Ovar, empreitada contemplada no Ferrovia 2020 e considerada urgente. Um relatório do estado da infraestrutura, datado de maio de 2017, diz que “a vida útil dos ativos neste troço da Linha do Norte há muito que foi excedida”. A IP rejeita que estas obras se devam ao mau estado de conservação da via, mas admite que não é o início da modernização do troço. Esta obra implicará a substituição dos carris, travessas e fixações.

Os trabalhos que arrancam em julho entre Gaia e Ovar “são intervenções necessárias, que não estão desgarradas” da futura renovação da Linha do Norte, diz fonte oficial da IP.

A renovação integral da linha entre Gaia e Ovar mantém o calendário, depois da atualização dos prazos face a 2016, quando foi lançado o plano Ferrovia 2020. Até ao final de junho deverá estar em marcha o concurso para a empreitada de modernização entre Gaia e Espinho e a contratação do projecto para o troço entre Espinho e Ovar.

Não será, pois, este ano que a obra de vulto arrancará. A modernização da Linha do Norte tem um investimento previsto de 316 milhões de euros. As obras vão provocar um abrandamento na velocidade dos comboios. No troço a intervir, a velocidade não poderá ultrapassar os 110 quilómetros por hora, contra os possíveis 140 de velocidade máxima.

A IP adianta que as obras “obrigam à implementação de limitações de velocidade de circulação”, o que afectará o tempo de viagem, apesar de se realizarem “maioritariamente durante a noite”. Os comboios mais afetados serão o Alfa Pendular e o Intercidades, não se esperando alterações na duração das viagens nos suburbanos. Para reduzir eventuais transtornos, a IP e a CP estão a formular um novo horário, que deverá entrar em vigor aquando do início da obra.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta