Cultura

Ovar assinala Jornadas Europeias do Património e Dia Mundial do Turismo

Para assinalar as Jornadas Europeias do Património (JEP) 2022, este ano subordinadas ao tema “Património Sustentável”, a Câmara Municipal de Ovar associa-se às celebrações nos dias 24, 25 e 30 de setembro, oferecendo ao público de todas as idades e com entrada gratuita, uma visita orientada, um concerto e a recriação histórica da “Desfolhada”. O programa foi projetado para comemorar também o Dia Mundial do Turismo que se assinala a 27 de setembro, e pretende “Repensar o Turismo”.

Terão lugar nos dias 23, 24 e 25 de setembro as Jornadas Europeias do Património (JEP) 2022, uma iniciativa conjunta do Conselho da Europa e da Comissão Europeia, este ano subordinadas ao tema “Património Sustentável”. O tema convida as cidades a explorar as medidas que podem ser tomadas para proteger o rico e diversificado património cultural europeu no contexto das alterações climáticas e da degradação ambiental.

No sentido de promover um papel ativo no processo de preservação do património, no dia 24, sábado, pelas 16h30, o programa evocativo do Município desenvolve uma visita orientada ao Aron Hakodesh ǀ Espaço Memória em S. Vicente de Pereira, Monumento classificado de Interesse Público, para revelar os trabalhos de investigação e conservação preventiva em curso, procurando criar uma experiência aberta e acolhedora a todos os participantes.

Aliando cultura e património museológico, no dia 25 de setembro, pelas 17h30, o maestro e violinista russo Vladimir Omeltchenko apresenta, em concerto, a peça “Portuguese Garden – Reflections & Improvisations”, no Museu Júlio Dinis.  As 15 composições de “Portuguese Garden” foram gravadas em 2020, em Portugal, nos dias de confinamento e são inspiradas na Natureza.

Já no dia 30 de setembro, pelas 21h30, a Praça da República recebe a recriação da “Desfolhada”, numa tentativa de recriar os “tempos idos” que Júlio Dinis testemunhou em Ovar e descreveu na sua obra “As Pupilas do Senhor Reitor”. A tradicional desfolhada, onde se procuravam as espigas de milho rei, no Museu, era também um momento de convívio entre rapazes e raparigas, acompanhados pelo som dos tocadores de concertina.

Este momento pretende reviver, num formato contemporâneo, uma vivência em desuso, convidando à participação do público.

As Jornadas Europeias do Património 2022 pretendem ser uma oportunidade para a reflexão, identificação e proteção do património material, imaterial e natural, promoção do turismo sustentável e utilização de recursos e biodiversidade.

O Município de Ovar assinala, desta forma, com três momentos culturais distintos e para todos os públicos, a sua participação nas Jornadas Europeias do Património 2022. Para mais informações através de [email protected] | [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo