LocalPrimeira Vista

Ovar “vestiu-se” para o Natal num “ano muito exigente para todos”

A iluminação natalícia chega este ano a mais artérias e locais da cidade, com o Chafariz do Neptuno, o Jardim dos Campos e a Praça da República decorados como há muito não se via. Também as ruas Elias Garcia e Manuel Arala apresentam uma decoração diferente e inovadora. O presidente Salvador Malheiro explica que “é de elementar justiça conferir um brilho especial num ano difícil e muito exigente para todos” e em especial para o concelho de Ovar que se viu alvo de um cordão sanitário entre Março e abril.

O autarca, que “ligou” o interruptor esta tarde, assevera “que é importante sublinhar este momento, nesta quadra que é de esperança”. “Para lá de animar as pessoas, este investimento visa puxar um bocadinho pela nossa economia local”, acrescentou.

A edilidade orçamentou a iluminação e decoração de Natal em cerca de 130 mil Euros, verba que Salvador Malheiro considera ser “o valor correcto”. “Fizemos um concurso público com um caderno de encargos um pouco mais ambicioso por sentirmos que este é um ano atípico”, explicando que “é decisivo investir um pouco mais para dar esperança às nossas gentes que sofreram durante um ano inteiro, para que possam agora ter uma época natalícia com mais alegria”. E concluiu: “Temos a felicidade de poder sermos nós a decidir e foi o que fizemos”, concluiu.

Inaugurado igualmente foi o Presépio da autoria de José Maria Costa numa das lojas do Largo Família Soares Pinto, junto ao Chafariz Neptuno, que ficará ali exposto e pode ser visto a qualquer hora do dia/noite.

A autarquia preparou ainda um programa de animação das ruas da cidade, que inclui “EZ Aviador Natal”, música com a Banda Natalau e leituras encenadas pelo Sol d’Alma e o concerto de Natal pela Orquestra Filarmonia das Beiras, no CAO, no dia 17.

Em Ovar, o ponto alto desta quadra festiva chega com o Dia de Reis e o tradicional e simbólico Cantar dos Reis. Apesar de estar, também este hábito identitário, condicionado em 2021, a tradição será simbolicamente assinalada, agora com o selo de Património Cultural Imaterial. Impossibilitados de fazer ajuntamentos e de ensaiar como de costume, a quadra natalícia será assinalada com um projecto que o Município destaca pela sua originalidade. Designado de Troupe de Reis António Dias Simões, o projecto integrará elementos de várias troupes vareiras, com direcção artística de Pedro Martins e terá estreia pública no dia 8 de janeiro de 2021, no Centro de Arte de Ovar.

Publicidade

One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo