LocalSlider

Peixe-aranha “pica” no prato em Esmoriz

Vive em fundos arenosos móveis, mas vem muitas vezes às zonas costeiras onde fica, à espreita, a poucos centímetros de profundidade, semienterrando-se na areia, podendo picar quem esteja na beira-mar. Também pode ser apanhado em redes de pesca onde, aliás, não raras vezes, pica as mãos de pescadores mais incautos.

Falamos do peixe-aranha, peixe que apresenta grande vitalidade, permanecendo vivo muitas horas após ser retirado da água. Sandro Carapuço, da Associação de Amigos da Praia Velha de Esmoriz, garante que, no prato ele transforma-se num petisco pouco conhecido. “Assado, frito ou de caldeirada, o peixe-aranha é uma delícia e é a grande atracção do certame gastronómico que decorre em Esmoriz, neste fim-de-semana”.

“É uma tradição da nossa gastronomia do mar, intimamente ligada à Arte Xávega”, explica o responsável pela organização, alertando que “esta será uma montra gastronómica da caldeirada de peixe-aranha, açorda de peixe-aranha e a verdadeira farinha de pau de peixe-aranha”.

O pequeno peixe necessário para a satisfação dos comensais será pescado em Esmoriz e Cortegaça pelos pescadores da Companha de Arte Xávega “Buçaquinho” que parceiro da iniciativa.

Sandro Carapuço refere que “uma grande maioria dos vareiros sabe o  que estamos a dar a provar e quem não sabe vai ter uma oportunidade única de saborear um peixe que tem fama de ser feio, perverso e mau mas é tão bom na gastronomia”. “Tão bom como um rodovalho, linguado ou solha, peixes que também se camuflam debaixo da areia”. “O peixe-aranha é um mariscador logo tem tudo para ser delicioso”, sublinha Sandro Carapuço.

O Fim-de-semana Gastronómico do Peixe-aranha, agendado para os dias 8 e 9 de Agosto, surge com o intuito de reavivar uma velha tradição da comunidade local que o chegou outrora a consumir nas mesas singelas dos seus humildes palheiros, ajudando a matar a fome de muitas famílias.

Ao longo dos tempos, “a nossa terra de Esmoriz esteve sempre intimamente ligada à gastronomia do mar através da Arte Xávega, técnica piscatória que está na origem da sua criação e desenvolvimento”.

A Associação de Amigos da Praia Velha de Esmoriz, em parceria com 10 restaurantes ligados à gastronomia do mar e com o apoio da Companha da Arte Xávega do Buçaquinho, oferece a oportunidade de degustação do peixe-aranha que sempre foi um dos pratos tradicionais desta comunidade piscatória. Quem já provou o peixe-aranha sabe que o mesmo enfeitiça os paladares comuns, sendo que quem o saboreou admite que gostava de repetir a ementa. Quem não provou, tem agora uma excelente oportunidade.

Com esta iniciativa, a Associação de Amigos da Praia Velha de Esmoriz pretende “conectar a cidade aos elementos de cadeia de valor da gastronomia do mar. O peixe-aranha é o nosso anfitrião”.

Restaurantes aderentes:
• A Grelha
• Casa Vitó
• Choquinhos
• Linha de Sabores
• O Barco
• O Luciano
• Petiscos e Companhia
• Petisqueira Kika
• Praia Velha
• Taberna do Paulinho
Apoios:
• Junta de Freguesia de Esmoriz
• Câmara Municipal de Ovar
• Companha Arte Xávega Buçaquinho
• Nicolau das Bifanas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta