Política

PCP denuncia despedimento colectivo camuflado na Nestlé

O PCP alerta que a multinacional Nestlé se está a preparar, pela primeira vez na sua história, para fazer um “despedimento colectivo de forma camuflada”, ou seja, alegando um “acordo” entre a empresa e os trabalhadores.

O investimento de cerca de 2 milhões de euros e a fusão de linhas de produção” não obtiveram os resultados esperados, diminuindo a produção diária”, diz o partido.

Assim, “para diminuir os custos de produção, a empresa está a implementar um despedimento colectivo de alguns dos trabalhadores mais antigos da empresa, sob a capa de “rescisões por mútuo acordo”.

O PCP refere que se viveram momentos de “chantagem e criação falsas expectativas para que os trabalhadores assinassem o seu próprio despedimento”.

“Assim, ao despedir os trabalhadores mais antigos, que auferem salários mais elevados, poderão diminuir os custos para a empresa através da contratação de jovens trabalhadores com vínculos precários e salários significativamente mais baixos”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo