LocalPrimeira Vista

Pedro Nuno Santos volta a atrasar obras na ferrovia

O ministro Pedro Nuno Santos não esconde os atrasos de quase todo o programa de investimentos Ferrovia 2020, apontando agora para a sua conclusão no final de 2023.

No entanto, há cada vez menos trabalhos que ficarão prontos daqui a um ano e já há troços que apenas estarão concluídos no final de 2025, com seis anos de atraso sobre o calendário original.

Exemplo disso é a renovação integral de via entre Válega (Ovar) e Espinho, em plena Linha do Norte: em 2016, o calendário indicava que as obras iriam decorrer entre o quarto trimestre de 2017 e o terceiro trimestre de 2019.

Quase sete anos depois, as obras neste percurso apenas devem começar no final de 2023 e terminar no final de 2025, mais de seis anos depois do prazo inicial, assume a Infraestruturas de Portugal (IP) em informação enviada aos operadores ferroviários.

Calendário das obras por concluir do Ferrovia 2020 em dezembro de 2022 – a negrito, novos prazos in Eco.

As obras no troço Válega-Espinho apenas vão arrancar depois da conclusão da renovação da via no percurso seguinte, entre Espinho e Granja (Gaia).

As intervenções na Linha do Norte levam a que os comboios entre Porto e Lisboa demorem mais 15 minutos do que em condições normais (duas horas e 43 minutos). Assim será até ao final de 2025.

Na última Assembleia Municipal, o presidente da Câmara de Ovar classificou esta como uma causa concelhia pedindo “a to

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo