CarnavalSlider

Pierrots estão indignados com o último lugar

O Grupo Recreativo e Carnavalesco Pierrots expressa, em carta aberta, a sua “profunda indignação, espanto, tristeza e alguma revolta, com os resultados das classificações do Carnaval de Ovar de 2014, relativamente aos grupos carnavalescos”.

Depois de realizarem dois desfiles em que julgam ter criado, no público que assistia ao corso carnavalesco, “boa disposição, divertimento e muitos risos, como nós próprios pudemos constatar durante esses desfiles, e, aliás, como foi a opinião geral de todas as pessoas que assistiram, bem como de muitos elementos que desfilaram por outros grupos, foi com enorme espanto e ainda hoje (já passaram duas semanas) não compreendemos como o júri nos atribuiu o último lugar”.

Na carta questional “quais os motivos do júri nos ter classificado em último lugar: Terá sido por desfilarmos em 1º lugar dos grupos? É usual o 1º grupo a desfilar ficar em último na classificação”.

E continuam: “O júri terá visto o desfile dos Pierrots? O júri não terá gostado das retretes nem do nu dos músicos? O critério de avaliação será só o carro? vamos ter aqui o carnaval de Torres Vedras? O critério de avaliação engloba a amizade e a influência? O facto de sermos um grupo constituído por elementos não residentes na cidade e no concelho de Ovar, será motivo penalizador na avaliação que nos é atribuída?”

1012282_834454586571897_1773227877_n

O grupo suspeita que a “avaliação do júri estará condicionada por fatores externos ao processo criativo do nosso carnaval”, apontando alguns desfiles dos Pierrots em carnavais anteriores em que se pode verificar, segundo ele, que nunca foi dado, a nível classificativo, o devido mérito pela criatividade e ousadia de algumas das maquetes apresentadas.

“Consideramos que enquanto o júri for composto apenas por pessoas da terra, onde alguns elementos desse júri demonstram claramente a cumplicidade e a amizade que nutrem por alguns grupos carnavalescos e outros elementos são ex-membros desfilantes de grupos que agora estão a classificar, nunca as classificações serão isentas e justas, porque esses elementos nunca se conseguem abstrair desse facto e os outros grupos que têm menos “pessoas influentes” serão sempre prejudicados e desvalorizados…”

Os Pierrots não entendem qual a razão de se manter o mesmo conjunto de júris durante tanto tempo. Eles pensam que “estar muito tempo no mesmo lugar origina amizades, influências, viciação, falta de isenção e outras mais (faz parte da gene humana), basta analisar individualmente e em anos diversos quais as classificações que são dadas por alguns elementos desse júri aos Pierrots, brindam sempre os Pierrots com classificações baixas, independentemente da maquete que se leve. Porque será?”

O grupo mostra-se favorável á existência de classificação dos grupos de carnaval, por forma a motivar e incentivar a apresentação de melhores trabalhos e, em consequência, dar uma maior qualidade ao carnaval de Ovar, o que tem acontecido.

No entanto, a continuar assim, “vamos ter de mudar de estratégia, faremos o mínimo dos mínimos e vamos preocupar-nos apenas com curtir o carnaval, ignorando a mostra de qualidade dos trabalhos a que já habituamos os espectadores do nosso corso carnavalesco”.

Em jeito de conclusão, o grupo propõe que o júri seja composto por pessoas de Ovar e de fora de Ovar, que haja um júri a classificar o desfile de domingo e outro júri diferente a classificar o desfile de terça-feira, e que possam ser júris apenas por um período de tempo determinado.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo