Publicidade
Política

Pinto Moreira proibido de falar com a câmara de Espinho

O juiz do Tribunal de Instrução Criminal do Porto proibiu Joaquim Pinto Moreira de contactar com os funcionários da Câmara Municipal de Espinho.

O antigo presidente da Câmara de Espinho esteve a ser ouvido esta tarde para conhecer as medidas de coacção.

Uma das medidas pedidas pelo Ministério Público era o pagamento de uma caução no valor de 200 mil euros que não foi atendido.

publicidade

O ex-deputado do PSD  está acusado de dois crimes de corrupção passiva, um de tráfico de influência e outro de violação das regras urbanísticas, este em co-autoria.

(Notícia atualizada)

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo