CarnavalEspecial Carnaval

Plutónio: Do Spotify para o Espaço Folião

No top dos mais ouvidos na plataforma Spotify em 2022, no que a músicos portugueses diz respeito, o hip-hop foi rei: Ivandro, Dillaz, Julinho KSD, Wet Bed Gang e Plutónio foram os cinco mais ouvidos.

Lá estava João Colaço, mais conhecido por Plutónio, hoje, um dos mais influentes rappers de Hip-Hop português da atualidade.

Apaixonado pela música desde cedo, em 2000 forma o grupo ‘Atóxicos’, uma banda que viria a durar cerca de cinco anos. No entretanto, o cantor participou em muitos temas de outros rappers, o que lhe conferiu estatuto suficiente para lançar um álbum em 2013. Seguiu-se um novo disco em 2016 e, mais tarde, em 2019, lançou ‘Sacrifício: Sangue, Lágrimas & Suor’, de onde resultaram várias faixas de platina e ouro.

Em 2019, chegou mesmo a estar nomeado ao prémio da MTV EMA de Melhor Artista Português, galardão ao qual foi novamente indicado em 2021.

Proveniente do Bairro da Cruz Vermelha, local que faz questão de carregar consigo ao longo da sua carreira, sem nunca esquecer as suas origens, Plutónio conta já com uma lista bem preenchida de singles de ouro e platina.

A Ovar, no dia 18 de fevereiro, no Espaço Folião, trará no repertório temas como ‘Cafeína’, ‘Meu Deus’, ‘1 de Abril’, ‘Última Vez’, ‘Somos Iguais’, ‘Vergonha na Cara’, “Lisabona” ou “Por Enquanto”, produções que contam milhões de visualizações no Youtube.

Plutonio chega à capital do carnaval depois de ter passado por grandes palcos nacionais, com destaque para as atuações no NOS Alive, Coliseu dos Recreios, em Lisboa, ou Hard Club, no Porto. Pelo meio, foi baleado, fez filmes com o realizador Leonel Vieira e esteve no Brasil, a abrir para Erykah Badu.

Entre as principais salas de concerto do país que já viram cartazes com o seu nome encontram-se o Hard Club do Porto e o Coliseu dos Recreios.

Plutónio promete uma noite enérgica com muito público.

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo