CulturaSlider

Procissão das Velas esteve em risco mas vai abrir Festas do Mar

O trajecto entre a capela dos Campos e o Carregal chegou a estar em risco de não se realizar, mas esta sexta-feira, a tradição vai manter-se. A Procissão das Velas, nos moldes de sempre, vai homenagear João Vaz, zelador da capela da Senhora do Parto, recentemente falecido. “O Senhor João, onde está, de certeza que está contente, pois se ele cá estivesse, faria tudo para a tradição se manter”, refere a comissão organizadora.

As Festas do Mar do Furadouro, em Ovar, começam hoje com o primeiro de quatro dias de programação em honra do Senhor e da Senhora da Piedade. Esta noite, o destaque vai então para a Procissão das Velas com saída da Capela da senhora do Parto e da Capela do Furadouro com encontro no Carregal, e regresso ao Furadouro. Quando a procissão chegar à praia, no palco entra o grupo Muscial Estrelas D’Ouro.
Amanhã, sábado, às 22 horas, toca o Conjunto MJ, seguindo-se uma “extrordinária sessão de fogo de artifício” no areal da praia.
No domingo, às 9h30, está marcada uma arruada pela fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Ovar, seguida, às 11 horas, de Missa Campal no adro da Capela do Furadouro, celebrada pelo padre Fernando.

festas do marA Banda Sociedade Musical Boa União faz a Arruada das 14h30 e uma hora depois, dá-se o momento alto das festividades. Fé e devição são palavras certas para ceracterizar a procissão que se dirige para o areal, onde se fará a tradicional benção do Mar, acompanhada pela fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Ovar e Banda Boa União.
As festividades recebem o grupo AS Band, às 22 horas e assistem a mais uma sessão de fogo de artifício e fogo preso no areal e avenida Marginal da Praia.

No último dia dos festejos, segunda-feira, dia 14, o Conjunto Irmãos Leais sobe ao palco às 21h30, antecedendo o encerramento da romaria, que se fará com uma morteirada.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo