Política

PS “aceita humildemente os resultados eleitorais”

Em 2013, o resultado do PS tinha alcançado 35,12% dos votos no concelho e três mandatos no executivo camarário. Este domingo, o PS obteve apenas 18,64%, elegendo dois vereadores em nove possíveis. Na Assembleia Municipal, o partido também perde dois deputados.

Valeram os resultados das assembleias de freguesia da União das Freguesias de Ovar e de Válega, já que nas votações para a Câmara e Assembleia Municipal, o eleitorado deu a vitória ao PSD.

Em comunicado, o PS diz que “aceita humildemente os resultados eleitorais do domingo passado que revelam inequivocamente a vontade dos ovarenses”.

Adivinham-se quatro anos bastante difíceis para o PS de Ovar que, ao mesmo tempo que se mostra certo de que os seus eleitos “estarão à altura dos desafios que se colocarão a uma oposição positiva e construtiva”, deseja “as maiores felicidades ao PSD de Ovar, na condução dos destinos autárquicos do concelho”.

O candidato Vitor Amaral também respeita o resultado expresso nas urnas, mas garante que não vai demitir-se de fazer “uma oposição construtiva e de defesa dos princípios que sempre defendi, de rigor e transparência, na defesa do que modestamente entendo que é melhor para o nosso concelho”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta