Publicidade
Primeira VistaSaúde

PSD aconselha utentes a “exigirem” cuidados médicos na Feira

Quase uma semana depois de ter sido divulgada a teforma da saúde, o PSD emitiu um comunicado sobre a afetação do Hospital de Ovar à ULS de Aveiro.

“1.      Tendo tomado conhecimento oficioso do projeto de Decreto Lei, aprovado pelo Governo, que procede à criação das ULS – Unidades Locais de Saúde, e confirmando-se a integração do Hospital Dr. Francisco Zagalo Ovar (Hospital de Ovar) na ULS Região de Aveiro, sem que inequivocamente esteja prevista, tal como tinha sido prometido pelo Senhor Ministro da Saúde, a referenciação dos Utentes de Ovar para os Hospitais da zona norte em concreto o Hospital de São Sebastião, a Comissão Política do PSD Ovar, acompanhando a posição dos órgãos autárquicos do município, Câmara e Assembleia Municipal, expressa, mais uma vez, a sua total discordância e oposição a esta medida imposta pelo atual Governo.

2.     A responsabilidade da criação das ULS, que abrange vários hospitais e ACES no país, mas em particular a integração do Hospital de Ovar na ULS-RA, é da exclusiva responsabilidade do atual Governo que não atendeu, em nada, repete-se, em nada, às justas reivindicações da população de Ovar através dos seus representantes Câmara Municipal e Assembleia Municipal.

publicidade

3.      Sem prejuízo de entendermos que Portugal necessita de reformas estruturais, incluindo na área da saúde, as políticas adotadas não podem ser “contra as pessoas”.

4.    A confirmar-se a criação da ULS-RA e ULS-Entre Douro e Vouga tal como previsto no projeto do DL, em que Ovar fica integrado em Aveiro, apelamos a que as pessoas de Ovar que necessitem de atos médicos hospitalares se recusem expressamente, perante qualquer estrutura de saúde ou de apoio à saúde (Bombeiros, INEM) a ir para Aveiro.

5.      Exija-se em cada momento a deslocação sempre para o Hospital de São Sebastião em Santa Maria da Feira. Perante esta factualidade, não deve também o Município aceitar as competências na área da saúde previstas no pacote da descentralização.

6.   Por fim, lamenta-se a postura do Partido Socialista de Ovar, que talvez por má consciência relativamente a este processo, tal como em processos anteriores em que os mesmos governos socialistas em Ovar fecharam a Maternidade e o Serviço de Urgência no nosso Hospital, tenta procurar responsáveis por algo que é de exclusiva responsabilidade do Governo da nação que é do Partido Socialista.

Ovar, 6 de setembro de 2023

A Comissão Política do PSD Ovar”

 

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo