Política

PSD critica solução para unidade de saúde de Maceda

A unidade de saúde de Maceda encontra-se aberta desde o passado dia 2 de dezembro de 2019, como polo do Centro de Saúde de Ovar e disponibiliza actividade de UCC e URAP do centro de saúde em questão.

A deputada eleita pelo PSD em Aveiro, Carla Madureira, critica a opção, pois “as UCC e as URAP têm natureza distinta das USF e os utentes de Maceda continuarão a ter que se deslocar a Cortegaça, Esmoriz e outras localidades mais próximas para acederem a uma consulta com o seu médico de família”.

A eleita considera que “a forma que o Governo do PS encontrou para tentar escamotear e suavizar a decisão de encerrar o polo de Maceda da USF Laços não dá resposta às necessidades efectivas dos mais de 3.500 habitantes da vila de Maceda, tornando-a na única freguesia de Ovar não servida localmente por uma USF ou polo de USF”. Mais: “Esta confirmação vem em sentido contrário ao propalado discurso do Governo PS, segundo o qual a saúde é a sua prioridade, consubstanciada com o anúncio de um reforço orçamental de 800 milhões para o sector”.

As instalações da unidade de saúde de Maceda foram inauguradas em maio de 2016 pelo secretário de Estado de Saúde de então, Fernando Araújo, depois de um investimento de mais de 400 mil Euros da Câmara Municipal de Ovar, e foram encerradas em Abril de 2018, obrigando os seus utentes a deslocar-se ás freguesias vizinhas para acederem a cuidados de saúde e de enfermagem.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta