Política

PSD: Mesa do Congresso recusa moção de Salvador Malheiro

A moção sectorial apresentada pela distrital de Aveiro do PSD, liderada por Salvador Malheiro, director de campanha de Rui Rio, foi rejeitada pela Mesa do Congresso por não cumprir os requisitos do regulamento do conclave de Lisboa, marcado para o próximo fim-de-semana.

Subscrita por António Topa, a moção foi entregue sem ter sido “apresentada, discutida ou votada” pela assembleia distrital do PSD de Aveiro – o único órgão com competência para votar a moção. A Mesa do Congresso entendeu não aceitar o documento, alegando que “não cumpre os requisitos previstos no artigo 14º do regulamento do 37º Congresso do PSD”.

O líder da distrital de Aveiro, que é também presidente da Câmara de Ovar, Salvador Malheiro, disse que o facto de a moção ter sido subscrita pelo líder da assembleia distrital do PSD, António Topa, bastava para a sua validação. “Segundo o direito administrativo, o presidente da assembleia distrital é quem representa o órgão”, afirmou Malheiro ao Público. (Ler artigo completo)

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo