DesportoFutebol

Público regressa aos estádios na última jornada da Liga NOS

Jogos da Prova Final da AFA mantêm-se sem público

Confirma-se: A última jornada da Liga, marcada para 19 de maio, vai ter público nas bancadas. A decisão saiu de várias reuniões levadas a cabo nos últimos dias entre a Liga Portugal e a Federação Portuguesa de Futebol com as autoridades de saúde pública e o próprio Governo.

Através de comunicado, a Liga explica que só será autorizada a presença de 10 por cento da lotação dos estádios, exclusivamente para adeptos dos clubes visitados, que deverão apresentar à entrada do recinto o resultado negativo de um teste rápido para Covid-19.

Santa Clara – Farense, Tondela – Paços de Ferreira, Portimonense – SC Braga, Sporting – Marítimo, Moreirense – Famalicão, Nacional – Rio Ave, Gil Vicente – Boavista e FC Porto – Belenenses SAD são os jogos em causa.

A partida entre Vitória de Guimarães e Benfica também faz parte desta última jornada, mas não deverá ter adeptos, uma vez que o emblema vimaranense cumprirá o segundo de três jogos à porta fechada, devido aos insultos racistas a Marega, na 21.ª jornada da época 2019/20.

Eis o comunicado:
«Os jogos da última jornada da Liga NOS vão ter público nas bancadas, sendo autorizada a presença de 10% da lotação dos estádios.

O acesso aos estádios será exclusivamente destinado aos adeptos dos clubes visitados que devem apresentar, à entrada do recinto, o resultado negativo de um teste rápido para a COVID-19. Os clubes devem seguir as orientações que foram aplicadas nos testes-piloto já realizados.

A decisão foi tomada depois de várias reuniões da Liga Portugal e da Federação Portuguesa de Futebol com as autoridades de saúde pública e o governo, e que se intensificaram nas últimas semanas.

O plano apresentado pelas entidades desportivas contou com a colaboração e validação da Direção Geral da Saúde.

Os jogos da última jornada da Liga NOS são eventos-teste que podem viabilizar o regresso de público aos estádios.»

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta