Covid-19Slider
Últimas

“Quem é que se esquece de Ovar?” – Marcelo Rebelo de Sousa

Daniela Sousa Valente é neta de uma das primeiras vítimas de covid-19 em Ovar e protagonizou um dos momentos mais emocionantes da visita do Presidente da República ao centro histórico vareiro.

Marcelo Rebelo de Sousa já se havia referido ao episódio durante a sua intervenção no Hospital Anjo D’Ovar, mas só mais tarde teria a surpresa de se encontrar com Daniela, com quem falou durante a cerca sanitário do concelho.

“Ele ligou-me a dar as condolências pelo falecimento da minha avó”, recordou a jovem vareira, depois de se encontrar com Marcelo. O Presidente da República mostrou-se muito contente por poder, finalmente, conhecê-la pessoalmente e, embora consternado com a dor dos familiares dos que partiram, deixou uma mensagem de conforto: “Agora é olhar para a frente”.

“As pessoas não sabem o que nós passámos e o que esta gente [Gabinete de Crise] fez por nós, pensam que isto tudo foi uma caça ao voto e não teve nada a ver com isso”, declarou, em lágrimas, no trajecto de Marcelo Rebelo de Sousa, do Primeiro-Ministro António Costa e do Presidente da Câmara, Salvador Malheiro, para degustar o Pão-de-Ló Cruz.

Ao OvarNews, Daniela confidenciou que “este assunto é difícil para nós”. Os familiares das vítimas mortais da covid-19 não puderam comparecer aos funerais, nem puderam despedir-se dos seus entes queridos.

“Nós só agora estamos a fazer o luto e está a ser muito complicado”, acrescentou, ainda em lágrimas. “Isto que eu lhes disse tinha de ser dito”. Daniela também pediu que se acabassem certas “mentiras” que vêm prejudicando a imagem da população de Ovar e apelou a Marcelo para que insista na necessidade de a população manter o devido distanciamento social de forma a reduz novos riscos de contaminação. E assumiu ter dois objectivos: “Que se volte à normalidade – e que volte o nosso Carnaval”.

Marcelo comprometeu-se a vir assistir a uma missa por alma da vareira, à qual se juntou o Primeiro-Ministro António Costa por insistência de Salvador Malheiro, que se deverá realizar no dia 25 de Julho, Dia do Município que, assim, vai contar com os dois governantes em Ovar.

Mais à frente, quase na Praça da República, Marcelo encontrou-se com outra vareira, a Margarida, que se apresentou como cunhada da Manuela. “A nossa querida funcionária da Presidência?” “É uma baixinha, muito simpática e bonita”, disse Marcelo, fazendo uso da sua famosa memória. “Sabia que ela fez anos há dois dias?”

A vareira agradeceu e pediu para “que nunca se esqueça de nós”, ao que o Presidente respondeu: “Mas como? Quem é que se esquece de Ovar?”

O Presidente da República e o primeiro-ministro estiveram em Ovar, acompanhados pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, ministra da Saúde, Marta Temido, e do ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, entre outros.

Visita Presidencial ao centro histórico de Ovar.

Publicado por OvarNews em Sexta-feira, 22 de maio de 2020

Artigos relacionados

Deixe uma resposta