LocalSlider

“Queremos devolver o Vela Areinho à Ria e à nossa cidade” – Tiago Mendes

Investimento de um Milhão de Euros pode ser inaugurado no Verão de 2022

O Grupo Stars garantiu o direito de utilização e exploração do restaurante Vela Areinho, em plena Ria de Ovar, na sequência de concurso público promovido pela Câmara Municipal de Ovar.

Tiago Mendes, director do Grupo Stars em Ovar, revelou que a aposta vai no sentido de criar “um espaço de referência em toda a região centro, não só pela oferta diferenciada mas também pela inovação que lhe estará subjacente”.

“O Vela Areinho é um ícone da nossa cidade e região que pretendemos devolver à nossa população e dá-lo a conhecer ao mundo com muito ‘glamour'”, adiantando Tiago Mendes que o projecto engloba bar e restaurante que funcionarão em espaços que serão complementados com esplanada exterior localizados em deck sobre a Ria com ofertas gastronómicas que incluirá sushi, carnes maturadas e uma panóplia de pratos relacionados com o que de melhor a Ria tem para oferecer, ou seja, não queremos concorrer com nada do que existe”, afiança o responsável.

Neste espaço mítico do canal de Ovar na Ria de Aveiro, o Grupo STARS, grupo multidisciplinar com larga implementação nos distritos de Aveiro, Gaia e Porto, pretende promover três conceitos distintos – restaurante, bar e eventos, também vai incluir a segunda ilha para ali promover “uma área de lounge, música ao vivo ou até mesmo embarcar num barco Moliceiro”.

“Temos muito para oferecer à nossa região, porque queremos dar à cidade o que a cidade nos tem dado enquanto grupo”, diz Tiago Mendes que está no centro de um apreciável volume de investimentos na área da hotelaria e restauração no concelho – só no Vela Areinho prevê investir cerca de um milhão de Euros a inaugurar no próximo verão de 2022.

O contrato celebrado com a Câmara Municipal de Ovar tem por objecto a atribuição do direito de utilização do edifício Vela Areinho, por um prazo de 10 anos e possibilidade de prorrogação por períodos sucessivos de 05 anos (até ao limite máximo de 10 anos), mediante uma contraprestação mensal de 1525 euros +IVA, para a instalação e exploração de um estabelecimento de restauração e de bebidas.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo