CulturaSlider

Recuperação dos azulejos da estação entra na fase final

Um dos projectos premiados pela SOS Azulejo tem a ver com a recuperação dos azulejos da estação de Ovar. O vereador Alexandre Rosas diz que a “obra entra agora na fase final”. São  cerca de 2.500 os azulejos que compõem os 14 painéis da fachada poente desta estação cuja primeira fase se iniciou em Julho de 2014 (limpeza e conservação, no local) e terminou em Julho de 2015 (restauro, no local), da responsabilidade do gabinete municipal de restauro do azulejo.

Se o tempo permitir, na próxima semana, estarão colocadas as reproduções (6) e o resto das juntas dos painéis.

É na Escola de Artes e Ofícios que funciona, há cerca de um ano, o Espaço Lúdico do Azulejo, que se apresenta sob a forma de oficinas orientadas para o público escolar, trazendo um novo espaço de aprendizagem e exploração informal e criativa.

A primeira oficina “Jogos de Rua, Sonhos de Parede”, agora premiada pelo SOS Azulejo”, tem como objectivo dar a conhecer o património azulejar de Ovar, através de cenários e artefactos lúdicos exploratórios que terão como ponto de partida observar, pensar, descobrir e criar através do manuseamento directo dos azulejos.

“Este é um lugar de experimentação e desenvolvimento de competências na área das artes e ofícios tradicionais, que preservará a memória e o conhecimento da estética azulejar, cruzando-os com ideias alicerçadas na inovação, criatividade e diversão”, conta Alexandre Rosas, vereador da Cultura da Câmara Municipal de Ovar, que recebeu o prémio no Palácio Fronteira, esta terça-feira, em Lisboa.

Estas oficinas orientadas para o público escolar funcionam, normalmente, de segunda a sexta-feira, às 10 horas, devendo ser efectuada marcação prévia e ainda para famílias no primeiro domingo de cada mês, à mesma hora.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta