CulturaSlider

“Rede 5 Sentidos” reuniu no Centro de Arte

A Rede 5 Sentidos, que junta onze equipamentos culturais do país, reuniu na passada terça-feira, no Centro de Arte de Ovar, no sentido de discutir propostas para “um novo financiamento das artes”, que quer apresentar ao Governo.
Nesta segunda reunião da “Rede”, Fátima Alçada, directora artística do Centro de Arte de Ovar, explica que voltou a estar em cima da mesa a ideia de que “é preciso dizer ao Governo que é importante que apoie a cultura que, ultimamente, tem sido financiada, praticamente na sua totalidade, pelos Municípios”.

O director do Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV), Fernando Matos de Oliveira, diz mesmo que é urgente debater “um novo financiamento” das artes performativas, num momento em que o apoio à cultura atingiu um “mínimo histórico de 0,18%” do Orçamento do Estado, afirmou.
Uma das ideias abordadas prende-se com a “diminuição das assimetrias entre Municípios, no que toca à oferta cultural”, defende Fátima Alçada, lembrando que tal “é fundamental para que a cultura seja mais apreciada” e ainda para criar “mais responsabilidade no apoio à cultura”.

Os responsáveis destes equipamentos defendem ainda a “descentralização da relação do Estado com as artes performativas”, considerando que devem ser aproveitados os cineteatros espalhados por todo o país, “que só funcionam esporadicamente”. Segundo Fátima Alçada, “a ideia está a partir destes cinco teatros, mas é para beneficiar a todos”.
A responsável do Centro de Arte de Ovar disse ainda não haver estimativa dos valores monetários que serão necessários para colocar em marcha a proposta.

A “reunião final” para ultimar as propostas vai decorrer em Coimbra, no dia 25, sendo que o objectivo dos agentes culturais será marcar posteriormente uma audiência junto da Tutela, de forma a apresentar as ideias da rede para o financiamento da cultura, explicou Fernando Matos de Oliveira.

A Rede 5 Sentidos foi criada em 2009, no âmbito do QREN 2007-2013. Teatro Viriato (Viseu), Centro Cultural Vila Flor (Guimarães), Centro de Arte de Ovar (Ovar), O Espaço do Tempo (Montemor-o-Novo), Teatro Académico de Gil Vicente (Coimbra), Maria Matos Teatro Municipal (Lisboa), Teatro Micaelense (Ponta Delgada), Teatro Municipal da Guarda, Teatro Municipal do Porto, Teatro Nacional São João (Porto) e Teatro Virgínia (Torres Novas) são os equipamentos culturais integrados nesta rede.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta