Cultura

Rui M. Silva brilha na Noite de Guerra no Museu do Prado (Lazer)

O texto que o poeta e dramaturgo espanhol Rafael Alberti escreveu para prestar tributo aos que lutaram pela defesa da cidade de Madrid, cercada em 1936 pelas tropas franquistas, é agora encenado por José Peixoto, numa co-produção do Teatro dos Aloés e Teatro Nacional de São João, e com participação do actor vareiro Rui M Silva.
A peça cruza o episódio da Guerra Civil Espanhola com a memória da resistência à invasão das tropas francesas, que Goya imortalizou no quadro “Os fuzilamentos de 3 de Maio de 1808” (1814). São as figuras da obra-prima do pintor que ganham vida nesta peça, juntando-se aos milicianos republicanos que levantam barricadas e tentam colocar a salvo os quadros do Museu do Prado, em Madrid.

Este texto, com que José Peixoto prestou homenagem aos que combateram a ditadura salazarista em 1974, na altura com Os Bonecreiros, assinala o 25 de Abril.
Se algum destes dados não estiver correcto, diga-nos.
Autoria: Rafael Alberti

Companhia: Teatro dos Aloés

Encenação: José Peixoto

Actor(es): Adriana Moniz, Anna Eremin, Carlos Malvarez, Elsa Valentim, Jorge Silva, José Peixoto, Miguel Raposo, Nuno Nunes, Patrícia André, Rui M. Silva

Cenografia: Marta Carreiras

Tradução: Mário Barradas

Desenho de luz: José Carlos Nascimento

Figurinos: Marta Carreiras

Música: Rui Rebelo
T. 223401900
Porto, Teatro Nacional São João – Praça da Batalha
25-04 a 18-05. Quarta a sábado às 21h30 ; Domingo às 16h00 .
7,50€ a 16€ (sujeito a desconto)

M/12.(Ler mais in Lazer)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta