CulturaSlider

Filme de Rui Pedro Lamy galardoado em Veneza

Os Enigmas do Cabeço da Mina”, do realizador vareiro Rui Pedro Lamy, foi distinguido no 3.º Festival Firenza Archeofilm, em Florença, Itália, com o prémio de melhor filme de arqueologia pré-histórica.

O realizador ficou “muito feliz” com a distinção, “porque gosto muito deste filme, do tema e do período histórico que este filme aborda e sou um apaixonado pela região onde este filme foi filmado, em pleno Vale da Vilariça entre Torre de Moncorvo, Vila Flor e Serra de Bornes”.

“Este é como se fosse o terceiro prémio do festival, onde éramos o único filme português a concurso, como já é habitual e concorríamos com longas metragens todas elas apoiadas por canais televisivos”, desvenda.

O primeiro premio atribuído ao filme “The last secrets of Nasca”, o segundo prémio ao filme “Egypt: saving temples” e o terceiro prémio, a competir com esses colossos da arqueologia mundial, “Os enigmas do Cabeço da Mina”.

O documentário foi produzido para o Centro Interpretativo do Cabeço da Mina, Vila Flor, num projecto de Reabilitação e Valorização do Património Cultural, coordenado da Direção Regional de Cultura do Norte.

Ao longo de 27 minutos é possível viajar pelos principais vestígios arqueológicos conhecidos da região do Vale da Vilariça até ao Cabeço da Mina, classificado de Interesse Público em 2014 e constituído por um conjunto raro de estelas antropomórficas atribuídas às primeiras comunidades agro-pastoris que habitaram o vale há cerca de 4000 anos.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo