Local

São João da Madeira avança com medidas de poupança de energia

Em face da situação de crise energética global e atendendo às suas repercussões no concelho de S. João da Madeira, o presidente da Câmara Municipal, Jorge Vultos Sequeira, emitiu um despacho em que reforça as medidas de redução de consumo de energia na iluminação pública e em edifícios municipais.

“Estamos a atravessar uma crise energética gravíssima, com consequências muito severas para o orçamento das famílias, do setor público, das empresas e para o funcionamento normal da economia e da sociedade”, alerta o autarca.

Daí a decisão de avançar com as novas orientações.

“É um pacote de medidas que se junta a outras que já tomámos quando começámos a viver a ameaça de escassez de energia e do aumento dos preços” , afirma Jorge Vultos Sequeira, deixando um “apelo a todas as pessoas e a todas as entidades públicas e privadas do nosso município para que adotem atitudes responsáveis no consumo de energia, poupando cada vez mais”.

Enquadrando-se com o que se encontra previsto no Plano Municipal de Transição Energética, este despacho do presidente da Câmara tem em consideração também a Resolução do Conselho de Ministros nº 82/2022, que “procede à definição de medidas preventivas que permitam fazer face à atual situação energética e a eventuais disrupções futuras, tendo sempre em vista a garantia da segurança do abastecimento de energia”.

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo