PolíticaSlider

São João é vila há 17 anos

São João viveu, esta quarta-feira, a sessão solene do 29.º aniversário da criação da freguesia e simultaneamente o 17.º da sua elevação a vila, no encerramento de um extenso programa de actividades.

Numa cerimónia em que marcou presença o movimento associativo local, o presidente da União das Freguesias de Ovar, São João, Arada e São Vicente de Pereira Jusã (UFO), Bruno Oliveira, garantiu que o seu executivo valoriza “o associativismo e a sua importância na comunidade e trabalhamos no apoio a prestar-lhes em reconhecimento do seu trabalho”.

Por ser dia de aniversário, o presidente da UFO lembrou o trabalho realizado e aproveitou para anunciar um conjunto de obras a lançar brevemente.

Depois da manutenção de espaços verdes, tapamento de buracos em vários arruamentos, manutenção do parques infantil, manutenção de polidesportivos, O autarca conta, em breve, iniciar os trabalhos de manutenção de todos os cruzeiros, do lavadouro do Pocinho, de diversos caminhos e arruamentos, como o do Couto, Fonte de Assões, Chavinha, Loureiro, Dr. José Macedo Fragateiro, Travessa do Sobral, Rua da Lagoa de Assões e a Travessa 9 de Julho.

Para além destas, Bruno Oliveira anunciou um pacote de obras acordadas com a Câmara Municipal de Ovar para São João que inclui a Pavimentação da Rua 9 de julho e Rua do Barreiro (já concluídas), beneficiação dos passeios da EN 327, rua do Salgueiral de cima, com a construção do ramal de águas pluviais, construção de passeios e pavimentação da rua.

A rua Maria Rocha e Rua Padre Anibal Duarte Pereira, na ligação a A29, estão em fase de conclusão de projecto.

Bruno Oliveira assegurou que ele e a sua equipa “conseguimos criar e fazer obra” e que “os nossos projectos e objectivos são pautados pelo rigor das contas na gestão dos dinheiros públicos”.

O presidente da Assembleia de Freguesia, José Fragateiro, reiterou, na sessão solene, “a intenção de reverter a lei que extinguiu as freguesias, lutando nos órgãos autárquicos e partidários para que este propósito seja uma realidade na próxima legislatura e quando, como tudo indica, o PS for Governo”.

O autarca reafirmou que a Lei 22/2012 é “injusta” e espera contar com o apoio “incondicional de quem neste momento detém o poder político em Ovar para bem da freguesia de São João e das freguesias de Ovar, São João, Arada e São Vicente de Pereira Jusã e do nosso concelho”.

O presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro, garante que “tratamos e trataremos sempre São João como se não tivesse existido reforma administrativa”.
E se houver reversão da reforma autárquica, “a actual câmara não colocará qualquer entrave à mesma”. O edil apontou que, “para além do aumento do apoio ao associativismo em São João, a rede viária, o saneamento, a reabilitação urbana da freguesia, o polidesportivo e a Casa da Freguesia de São João são algumas das nossas principais prioridades”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta