LocalSlider

São João: EN 327 vai ser requalificada

“Vamos ter uma EN327 em São João de Ovar completamente requalificada”, anunciou o presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro. O autarca diz tratar-se de um anseio antigo da população que vai tornar-se realidade.

O PCP já se congratulou com “a decisão do actual executivo camarário”, não se esquecendo de “renovar o mais profundo e sincero agradecimento ao apoio dado pelo povo de São João de Ovar a esta luta”. “Este apoio foi elemento decisivo para que os seus interesses chegassem a bom porto e se traduzisse numa grande vitória”, sugere o PCP de Ovar.

Para o partido, o anúncio público do projecto que responde aos anseios e à luta desenvolvida pela população, demonstra que “vale a pena lutar por aquilo que é de direito”.

A EN 327 é uma via estruturante para o concelho de Ovar, ligando-o a Santa Maria da Feira, São João da Madeira e Oliveira de Azeméis, prestando um serviço de relevo às populações destes concelhos com particular incidência ao povo de São João de Ovar.

Por este motivo, esta artéria tem sido fustigada por grande afluência de tráfego. “Conjugando este factor com o esquecimento a que tem sido votada pelo poder local, o seu piso atingiu níveis de degradação incomportáveis, com fissuras, buracos, desníveis, ondulações, tampas de saneamento soltas e muitas lombas, incorrendo em permanentes problemas de segurança aos seus utentes além de eventuais prejuízos nas suas viaturas”, recordam os comunistas.

Os problemas deste troço da EN 327 não ficam por aqui, apontando-se a ausência de guias de sinalização na via, “o que coloca em perigo a circulação, especialmente nocturna, devido à fraca visibilidade das guias e separadores”. “A sinalização vertical é inadequada encontrando-se frequentemente danificada, condição a que não escapam os semáforos junto ao centro de São João de Ovar e ao café Planalto. Das sete passadeiras existentes ao longo da via, três encontram-se junto à paragens de autocarro e uma junto à Escola Primária, que pela sua importância, não deveriam ter chegado a este estado. Os passeios estão levantados, partidos e desnivelados, colocando em perigo a circulação dos peões, tendo já ocorrido quedas, sobretudo de idosos”.

O PCP compromete-se a acompanhar o desenvolvimento desta requalificação, nomeadamente no que diz respeito à sua execução e conclusão.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo