Empresas

SEMA ajuda a resolver a falta de mão-de-obra nas empresas

A SEMA – Associação Empresarial dos concelhos de Estarreja, Murtosa, Albergaria-a-Velha, Sever do Vouga e Ovar, dispõe desde 2016 de um serviço de Bolsa de Emprego, que, ao longo dos anos, tem permitido colocar no mercado de trabalho desta região e não só, muitos candidatos nacionais, mas também de emigrantes de várias nacionalidades, nomeadamente luso-descendentes venezuelanos e
brasileiros.

O processo desenvolve-se com a inscrição dos interessados em trabalhar na Bolsa de Emprego da SEMA e, face à procura por parte das empresas carentes de mão-de-obra, “procuramos colocar os inscritos, tendo em conta as suas qualificações e experiência que se ajustem à procura solicitada por parte das empresas”, explica a presidente Maribel Marques.

“Podemos informar, sem dúvida, que desde 2016 ate à data já colocámos nas empresas da nossa região mais de 2.500 trabalhadores”.

Actualmente, a situação é mais difícil de conciliar dado que existe uma procura muito intensa por parte das empresas e a oferta não tem sido suficiente, tanto em candidatos nacionais como de emigrantes, mas a dirigente assegura que “os nossos serviços continuam a
suprir algumas solicitações das empresas, embora com alguma dificuldade face à escassez da oferta”.

Na sequência desta situação a SEMA dá preferência às solicitações das empresas suas associadas, “por razões perfeitamente justificadas
e compreensíveis”.

Desde modo, “continuaremos a manter esta actividade, na qual o trabalho do nosso colaborador Crispim Rodrigues é fundamental, não só pela sua já longa experiência nesta actividade, como também pelo  seu relacionamento com a população emigrante”.

“Tudo o que temos feito e continuaremos a fazer”, conclui Maribel Marques, “é fruto do espírito de colaboração e solidariedade que a nossa missão como Instituição de Utilidade Pública nos impele a ajudar quem precisa”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo