DesportoFutebol

“Só se falava no Fábio Novo” – Ferro

Ferro e Gonçalo Ramos foram entrevistados na BTV no âmbito da celebração dos 15 anos do Benfica Campus, o centro de estágios dos encarnados, e foram desafiados a escolher um jogador da formação do Benfica, das suas gerações, que não chegaram onde se esperava.

O defesa-central, agora na equipa principal, escolheu Fábio Novo, avançado que nesta altura, representa o Ovarense nas distritais da AF Aveiro.

“Na minha geração, em iniciados, só falavam dele: o Fábio Novo. Fomos campeões nacionais e, na altura, não se falava do Rúben Dias, do Ferro, do Diogo Gonçalves, não tinham tanto protagonismo que davam ao Fábio Novo. Depois, por uma razão ou outra, começou a cair. Joga na distrital, seguiu outro rumo, mas na minha altura só falavam dele”, explicou Ferro.

Por seu turno, Gonçalo Ramos apontou o nome de Iuri Tavares, que agora pertence aos quadros do Vitória SC.

“Na minha geração era o Iuri Tavares. Até aos iniciados e primeiro ano de juvenis, só se falava dele. Ganhava os torneios praticamente sozinho. Pegava na bola, fintava todos e pronto, eram golos ou assistências. Por várias razões, tinha muitas lesões, estava várias vezes doente, acabou por cair um pouco. Mas ainda joga, está no Vitória SC”, atirou o avançado, que confessa não esperar chegar à primeira equipa tão cedo.

“Acabou por ser quando não estava à espera. Na época que comecei com sete golos na equipa B, era a época de me afirmar na equipa B, mas comecei tão bem e permitiu-me dar logo o salto”, finalizou.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo