Opinião

Sobre a “cerca sanitária” – Pelo sim

Era tão mais fácil não ter de fazer nada, não ter de tomar decisões destas, não ter de lidar com uma situação de um potencial de milhares de infetados (sim, era isto que se tinha em Ovar em meados de março…), e ficar no sofá ou secretária a fazer listas de propostas, de medidas, de protestos, de reclamações … e no dia seguinte cobrar por não ter sido feitas / concretizadas magicamente durante a noite, como se os meios humanos, materiais, financeiros, se movimentassem ao som da voz de comando … Muitos “fazedores” de letra … . A “cerca sanitária” é uma medida detestável a muitos níveis … mas julgo ser melhor que estas medidas sejam tomadas antes do que depois. Basta ver o caso de Itália, onde agora está praticamente tudo proibido de trabalhar … não se fez antes, tenta-se recuperar terreno já tardiamente, com uma enormidade de custos humanos … . Por outro lado, a vida das pessoas também continua, e ter rendimentos é essencial … . É uma decisão muito difícil, um equilíbrio complicado, mas que se pode conseguir se todos e cada um cumprirem com as medidas individuais, e as empresa facultarem aos trabalhadores os meios de proteção necessários, e se adaptarem os trabalhos ás circunstancias.
Vamos ver o que decidem as autoridades (sendo certo que um certo grupo de meia dúzia de pessoas vão achar mal qualquer que seja a decisão … os posts até já devem estar prontos, a obrigação de aparecer nos palcos é uma coisa lixada).

Miguel Moreira (Ovar)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta