SaúdeSlider

Testes de despistagem devem começar na segunda-feir

O Hospital Dr. Francisco Zagalo (HFZ) já tem instalada uma tenda que servirá de posto de recolha de material para análises de rastreio ao novo coronavírus (COVID-19).

O módulo – que contou com o apoio da Cruz Vermelha Portuguesa – vai receber pessoas previamente referenciadas pela autoridade de saúde pública para fazer testes de despistagem do COVID-19 e deverá entrar em funcionamento na próxima segunda-feira, assim que estejam reunidas todas as condições técnicas.

O serviço será assegurado por enfermeiros do HFZ-Ovar e enfermeiros dos cuidados de saúde primários do ACES Baixo Vouga, com possibilidade de 40 recolhas diárias, 20 da parte da manhã e outras tantas durante a tarde. Reforça-se que os testes só serão efectuados às pessoas que forem referenciadas pela autoridade local de saúde pública.

“Estamos a falar de um importante serviço a funcionar no perímetro externo da unidade para ajudar na luta contra a pandemia, numa estratégia de prevenção e antecipação de um cenário previsível de aumento de casos suspeitos”, afirma o presidente do Conselho Directivo do HFZ-Ovar, Luís Miguel Ferreira.

“É uma fase crítica para toda a comunidade em geral e muito particularmente para o concelho de Ovar. Neste momento difícil, manifestamos, contudo, total confiança na nossa capacidade colectiva para vencermos este enorme desafio que nos está a ser colocado”, acrescentou Luís Miguel Ferreira.

Recorde-se que devido ao surto epidemiológico no hospital as actividades sofreram diversas restrições impostas pelo plano de contingência da unidade que “visam proteger a saúde dos doentes, profissionais e cidadãos em geral”, tendo em conta as instruções determinadas pelas autoridades de saúde.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta