EmpresasPrimeira Vista

Trabalhadores da Toyota Caetano de Ovar com salário mínimo de 900 euros

Os trabalhadores da fábrica da Toyota Caetano em Ovar, no distrito de Aveiro, vão ter em 2024 um salário mínimo de 900 euros, superior ao salário mínimo nacional que foi fixado em 820 euros, foi anunciado esta terça-feira.

O anúncio foi feito pelo presidente do grupo português, José Ramos, durante a apresentação do protótipo do veículo elétrico da marca nipónica concebido propositadamente para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Paris-2024 e que vai começar a ser produzido a partir de fevereiro na fábrica de Ovar.

Durante a cerimónia oficial, que contou com a presença do primeiro-ministro, António Costa, e dos ministro da Economia e do Mar e do Ambiente e Ação Climática, António Costa Silva e Duarte Cordeiro, respetivamente, o empresário referiu que o salário mínimo desta fábrica vai aumentar para os 900 euros.

Os trabalhadores vão ter ainda direito a 9,6 euros de subsídio de refeição diários e um prémio de produtividade pelos objetivos atingidos ao longo do ano.

“Aqui na casa nós não falamos em aumentos salariais. Nós concretizamos aumentos salariais, mas falamos em competências e em produtividade, duas palavras que se ouve muito poucas vezes em Portugal”, disse o presidente da Toyota Caetano.

Inaugurada em 1971, a fábrica da Toyota em Ovar, a primeira a ser construída pela Toyota na Europa, dá emprego a cerca de 250 pessoas. Atualmente, segundo fonte da empresa, o salário mínimo nesta unidade é de 830 euros.

Deixe um comentário

https://casino-portugal-pt.com/
Botão Voltar ao Topo