LocalPrimeira Vista

Trio suspeito de assaltos a cafés de Esmoriz começou a ser julgado

São três os suspeitos de terem assaltado dois cafés em Esmoriz, no concelho de Ovar, levando num dos casos um cofre com 20 mil euros.

No Tribunal de Aveiro, que começou hoje a julgar o caso, um dos arguidos, que se encontra a residir no Reino Unido, não compareceu no início do julgamento e os outros dois remeteram-se ao silêncio.

Os três homens, um dos quais se encontra em prisão preventiva, estão acusados de dois crimes de furto qualificado. Dois deles respondem ainda por um crime de detenção de arma proibida.

No banco dos réus sentou-se também a mulher de um dos arguidos, que está acusada de um crime de recetação e que também afirmou ao coletivo que não pretendia falar sobre os factos da acusação.

Os assaltos, ocorridos a 6 de março e 24 de maio de 2016, tiveram como alvo principal o furto de tabaco, através do arrombamento das máquinas colocadas nos dois estabelecimentos, segundo o Ministério Público (MP).

No primeiro caso, os arguidos levaram um televisor LCD, chocolates, diversos maços de tabaco e 230 euros em dinheiro.

Poucos meses depois, o trio assaltou outro café na mesma zona, levando diversos maços de tabaco, além de 20 mil euros que estavam num cofre na arrecadação e 50 euros da caixa registadora.

O MP refere ainda que um dos arguidos propôs à sua mulher que utilizassem o dinheiro furtado na aquisição de diversos bens, tendo comprado uma moto de água, um telemóvel, um computador portátil e um drone.

De acordo com a investigação, a mulher sabia que aqueles bens tinham sido adquiridos com dinheiro furtado, mas aceitou este facto, tendo ainda recebido do marido, de quem se está a divorciar, diversas quantias que depositou na sua conta.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo