Publicidade
CarnavalPrimeira Vista
Em Destaque

Um novo modelo para o Carnaval de Ovar (Parte VIII)

Uma perspetiva animadora da envolvente à folia

No cenário atual, onde a busca por desenvolvimento económico e a preservação das tradições culturais muitas vezes parecem impossíveis de conciliar e caminhar em direções opostas, um estudo realizado por Tiago Matos Vital traz uma perspectiva animadora.

Através de uma observação minuciosa e inserido no estudo do desenvolvimento económico através do mercado de eventos, Vital explorou o potencial das tradições regionais e festas locais enquanto veículo de crescimento sem que se perca a sua essência.

Há largas dezenas de anos que estes eventos tradicionais desempenham um papel central na construção da identidade cultural de comunidades em todo o mundo.

publicidade

No entanto, à medida que o ambiente sócio-económico se transforma rapidamente, muitos desses eventos enfrentam o desafio de se adaptar para se manterem relevantes e sustentáveis.

A pesquisa de Tiago Matos Vital, baseada em observações cuidadosas e uma análise aprofundada, revela que tradições regionais e festas locais podem tornar-se um verdadeiro motor de crescimento económico.

Ao preservar a essência cultural desses eventos, eles podem atrair turistas, investidores e impulsionar o desenvolvimento económico local de forma sustentável.

O estudo de Vital enfoca exemplos específicos, como o carnaval de Ovar, onde o formato de pensamento de negócio e a produção do evento foram renovados para maximizar o seu impacto económico sem comprometer a autenticidade e a identidade cultural da celebração.

Ao apresentar esse trabalho, Tiago Matos Vital oferece ‘insights’ para governantes, gestores culturais e empresários, demonstrando como as tradições regionais e festas locais podem ser transformadas num veículo de crescimento económico promissor. Esta abordagem representa um ponto de encontro entre o desenvolvimento económico e a preservação cultural, permitindo que comunidades encontrem um equilíbrio saudável entre as duas esferas.

Nos próximas publicações, exploraremos em detalhes as descobertas de Vital; este estudo convida-nos a repensar a maneira como encaramos o desenvolvimento económico, abrindo caminho para uma nova abordagem que valoriza e preserva as raízes culturais enquanto impulsiona o progresso.

Fiquem atentos aos próximos ‘posts’ e descubram como as tradições regionais e festas locais se podem tornar num catalisador poderoso para o crescimento económico, sem perder sua essência.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(Artigo inclui parte I, II, III, IV, V, VI e VII)

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo