LocalSlider

Uma hora às escuras e substituição de 1000 luminárias no concelho

A Câmara Municipal de Ovar vai associar-se à Hora do Planeta 2018, uma iniciativa da WWF – World Wide Fund For Nature, que visa a luta mundial contra as alterações climáticas, através da sensibilização para a redução dos consumos de energia e emissão de gases com efeito de estufa, e vai desligar as luzes de alguns equipamentos municipais e espaços durante uma hora, no dia 24 de março, das 20h30 às 21h30.

A adesão da autarquia vareira a esta iniciativa é concretizada através da assinatura de uma declaração de compromisso e, durante uma hora, são desligadas as luzes do Paços do Concelho, Praça da República e Chafariz do Neptuno, Biblioteca Municipal de Ovar e Parque da Cidade de Ovar. A Câmara Municipal de Ovar assume ainda a implementação de uma medida de sustentabilidade para 2018, que este ano se consubstancia na substituição de 1000 luminárias tradicionais de Vapor de Sódio por Luminárias de Tecnologia Led, reduzindo os consumos e emissões de CO2 em 50%.

Recorde-se que, a Hora do Planeta começou em 2007 em Sidney, na Austrália, quando 2,2 milhões de pessoas e mais de 2.000 empresas apagaram as luzes por uma hora numa tomada de posição contra as mudanças climáticas.

Um ano depois a Hora do Planeta tornou-­se um movimento de sustentabilidade global com mais de 50 milhões de pessoas em 135 países a mostrarem o seu apoio a esta causa ao desligarem simbolicamente as suas luzes.

Em 2017, a Hora do Planeta chegou a mais de 9000 cidades e vilas. Em Portugal, mais de 140 municípios, incluindo Ovar, aderiram e centenas de monumentos emblemáticos nacionais ficaram às escuras, como a Ponte 25 de Abril, o Mosteiro dos Jerónimos e o Cristo Rei, entre muitos outros.

Para mais informações consulte: http://www.wwf.pt/

Artigos relacionados

Deixe uma resposta