Publicidade
Primeira VistaSaúde
Em Destaque

“Utente pode escolher onde quer ser tratado”, diz o Governo

De nada valeram todas as manifestações da população e seus representantes políticos, durante vários anos, apelando à manutenção da referenciação ao Hospital de Santa Maria da Feira.

A decisão estava tomada e o concelho de Ovar vai pas­sar a integrar a ULS de Avei­ro, tendo como referência o Centro Hospitalar so Baixo Vouga.

Ainda em Julho, a Câmara Municipal de Ovar ameaçou não assinar a transferência de competências no âmbito de saúde se Ovar não integrasse a ULS de Entre Douro e Vouga. Mesmo fazendo parte da ULS de Aveiro, o Município ainda espera que a referenciação (e o antigo protocolo) se mantenha a norte, mas agora devidamente esclarecida em decreto lei.
O Ministério da Saúde, por seu turno, já veio dizer que, apesar da referenciação, “se um utente não quiser ser acompanhado na ULS que lhe foi atribuída não há problema, vai continuar a poder escolher onde quer ser tratado”. A filosofia é: “o dinheiro segue o utente. Nesse caso, o respetivo valor será transferido da ULS que lhe foi atribuída para a ULS onde deseja ser acompanhado”.
A prática desmente o Ministério, já que a Linha SNS24 já envia doentes para Aveiro e quando é confrontada com uma recusa e preferência pelo Hospital S. Sebastião, a resposta é “o sistema não deixa”.
As consultas externas de especialidade também já estão a ser marcadas para Aveiro.

 

publicidade

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo