LocalSlider

Válega: Casal violava confinamento obrigatório

Um homem e uma mulher, ambos de 67 anos, foram detidos pela Guarda Nacional Republicana (GNR) na quarta-feira, por violação do confinamento obrigatório a que estavam sujeitos, no âmbito da pandemia de Covid-19, em Válega.

acção foi levada a cabo “após solicitação da Delegada de Saúde de Ovar”, uma vez que “estavam obrigados a permanecer em confinamento obrigatório e não atendiam as chamadas telefónicas de controlo”, revelam os militares em comunicado.

Ao chegarem à residência dos suspeitos, a GNR verificou que estes se “tinham ausentado”. “Entretanto, foi possível abordálos, culminando na detenção de ambos, tendo-lhes ainda sido determinado o regresso a casa“.

Ambos foram constituídos arguidos e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Ovar. A violação do confinamento constitui um crime de desobediência.

Na mesma nota, a GNR recorda que ficam em confinamento obrigatório “todos os doentes com Covid-19, os infectados com SARSCoV-2, e os cidadãos relativamente a quem a autoridade de saúde ou outros profissionais de saúde tenham determinado vigilância activa“.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta