LocalSlider

“Vidente de Fátima” absolvido do crime de burla

[themoneytizer id=”16574-1″]

O Tribunal de Ovar absolveu do crime de burla o homem que se autointitula “vidente de Fátima”, num processo em que era acusado de ter cobrado 4.000 euros a um cliente que dizia ter sido enganado.

Durante a leitura da sentença, que decorreu na ausência do arguido, a juíza disse que os factos narrados na acusação para sustentar a acusação de burla “foram dados como não provados”. (Ler artigo da Lusa)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta