Cultura

“Voz e Violão” de António Zambujo entre nós

O Centro de Arte de Ovar retoma esta sexta-feira a programação presencial com o primeiro concerto ao vivo do novo álbum “António Zambujo Voz e Violão”, lançado a 23 de abril.

Está agendada para as 21 horas desta noite, a reabertura do Centro de Arte de Ovar (CAO) ao público, acolhendo o primeiro concerto ao vivo do novo trabalho discográfico de António Zambujo, considerado um dos maiores artistas, autores e intérpretes contemporâneos da música e da língua portuguesas, e um dos seus mais notáveis embaixadores no mundo.

Ao nono álbum, oitavo de originais, “António Zambujo Voz e Violão”, o músico alentejano inspira-se no nome de um dos discos da sua (e da nossa) vida, “João Voz e Violão”, álbum de João Gilberto editado em 1999, e volta, nada acidentalmente, ao essencial.

Num artigo de opinião do jornal Expresso, Henrique Raposo, refere que “Zambujo começa no fado e no cante, sim, mas vai até João Gilberto, até ao jazz, até ao, porque não?, Tom Waits. Aliás, um fado a sério tem de trazer consigo o som do medo e do caos cavernoso do Waits.”

O Centro de Arte de Ovar é um dos equipamentos municipais que ostenta o selo Clean & Safe, garantindo ao público todas as condições de higiene e segurança e os bilhetes para este concerto esgotaram em três horas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta