Cultura

Zé Reis, um amigo, um artista – Por Florindo Pinto

“Santos da casa, não fazem milagres”

– José António dos Reis, nasceu, em Esmoriz, a 23 de Julho do ano de 1948. Por cá tem
– andado; a trabalhar; para sobreviver; a cantar, para se divertir e, a outros, alegrar; a

– representar, na sua colaboração e na distribuição da cultura popular, para o seu Povo
– Como artista, pisou palcos nacionais e, estrangeiros, entretendo. Esteve presente em

– festivais, ao lado de artistas, bem conhecidos no “mundo artístico português”. Com a
– sua simplicidade, conquistou um lugar de destaque, na consideração que os ouvintes

– dispensam a quem dele se lembra e mais que isso o respeita. Olhando para o Zé, bem
– o podemos considerar, como um digno representante, dessa massa enorme, que, é o

– povo. Nem sempre, o seu mérito, foi reconhecido, por aqueles que pagavam a outros
– muito e, para ele só o “tens obrigação”. Zé, gostava de te poder dar um calhambeque.

Florindo Pinto

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo