AtletismoDesporto

BioRace Challenge no topo da Europa

3.850 aventureiros vão participar na corrida de obstáculos no dia 28, sábado

3.850 aventureiros de todo o país vão participar na 5.ª BioRace Estarreja Challenge, a corrida de obstáculos mais participada da Europa num único dia. A aventura acontece a 28 de setembro, sábado, a partir das 10h00, com partida em Salreu junto ao Cais do Esteiro, numa zona natural única.

“O que nos distingue de outras provas é o cenário único do Baixo Vouga Lagunar, onde estão inseridos os Percursos BioRia e o facto de valorizarmos mais a diversão em detrimento da competição”, afirma Norberto Monteiro, coordenador da prova. O “percurso espetacular”, a experiência “única” e “o contacto com a natureza” são aspetos valorizados pelos participantes de edições anteriores.

A prova inicia junto ao Cais do Esteiro de Salreu, com passagens pelos vários percursos BioRia, do Bocage e Rio Jardim, em Canelas, chegando a Fermelã. Os participantes terão o privilégio de partir à descoberta de áreas de enorme beleza paisagística, como campos de arroz, sapais, juncais e caniçais, ligados por uma rede de valas alimentadas pelo Rios Antuã e Vouga e pela Ria de Aveiro.

Esta é uma jornada ímpar de divulgação do património natural local, um verdadeiro paraíso de biodiversidade que vive paredes meias com a Cidade de Estarreja.

10 km e mais de 30 obstáculos

Nesta corrida, os obstáculos vão dificultar mas também animar a aventura. Correr, saltar e rastejar são alguns dos ingredientes que não vão faltar neste desafio acessível a todos e de todas as idades. Para as crianças e jovens dos 6 aos 14 anos, a BioRace Júnior tem extensões e obstáculos adaptados.

A prova mãe, os 10 km com mais de 30 obstáculos naturais e artificiais, foi a primeira a esgotar as vagas com 2900 inscrições. Com as provas de 5 km, Júnior e, pela primeira vez, a BioRace Inclusiva, a 5.ª edição atinge, no total, 3850 inscritos.

Desde a 1.ª edição, a BioRace é uma prova amiga do ambiente, não faltando ações como limpezas, requalificação de locais isolados, reutilização de materiais para a construção dos obstáculos e ações de sensibilização.

Competição, exercício físico, aventura, espírito de equipa, boa disposição e muita diversão, em contacto permanente com a natureza, marcam esta prova.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta