Covid-19

DGS quer deixar de testar casos de alto risco

Uma nova norma da Direcção-Geral da Saúde está a causar polémica. A DGS quer limitar os testes covid19 a casos secundários, a situações de surto, aglomerados ou coabitantes.

A medida vai fazer reduzir número de novas infecções, dando uma imagem “menos catastrofista” do país, e poupar testes para o inverno.

A Ordem dos Médicos já afirmou que a alteração viola a principal recomendação da Organização Mundial da Saúde.

O Governo é acusado de sacrificar a contenção do vírus para reduzir o número de infetados, melhorando a imagem do país.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta