SaúdeSlider

Projecto “Resistentes” vai participar na prova Ironman 70.3

Cortegacense Francisco Caldas formou a equipa

Francisco Caldas, Militar da GNR e voluntário da Liga Portuguesa Contra o Cancro NRN, é mais uma vez o responsável por levar mais longe o projecto “Resistentes”. Desta vez, desafiando-se a participar na prova Ironman 70.3 que se irá realizar em Cascais, no próximo dia 30 de Setembro.

O projecto Resistentes – Equipa de Futebol da Pediatria do IPO do Porto foi pensado pelo voluntário da Liga Portuguesa Contra o Cancro, Alberto Nogueira, com o intuito de promover a prática desportiva em oncologia pediátrica e o aumento da auto-estima das crianças que se encontram em tratamento naquela unidade hospitalar.

O objectivo desta participação é provar a todas as crianças e pais que diariamente vivem a dura luta no tratamento desta doença, que não há impossíveis, e que Acreditar é sempre o melhor caminho.

Para isso, Francisco ou “Tio da França” como carinhosamente é conhecido na Casa Especial, vai poder contar com a presença de mais alguns amigos, que assim que souberam da iniciativa, logo acederam ao pedido aceitando o grande desafio.

Francisco Caldas, Sérgio Pinho, Sérgio Mota, Paulo Reis, Paulo Rola, Urbino Santos, e Paula Regina são 7 dos mais de 2.000 participantes na mítica prova. Estes atletas têm como principal objectivo mostrar que cada um com as suas limitações, entre família, lesões, trabalho, e até mesmo a dita doença, vão participar nesta prova, para provar que não há impossíveis.

Triatlo é uma modalidade desportiva actualmente muito na moda. Obriga os atletas a correr, pedalar e nadar. Três desafios para já superados pelos 7 participantes em nome dos Resistentes.

Alguns tiverem que aprender a nadar. O facto de não saberem, não os impediu de seguir rumo ao objectivo. A aprendizagem que levam nesta preparação é que quando se quer muito uma coisa: é preciso lutar, acreditar, e sempre que possível concretizar.
Como diz Francisco Caldas: “Sozinhos podemos ir mais rápido mas juntos vamos mais fortes”

Artigos relacionados

Deixe uma resposta