CulturaGuerra da Ucrânia

A guerra na Ucrânia chega aos cinemas já este mês

A guerra entre Rússia e Ucrânia começou e “Esquecido” é o primeiro filme a chegar aos cinemas (sala VIDA Ovar a partir de 30 deste mês) portugueses sobre este confronto que tem já um histórico dramático.

Realizado por Daria Onyschenko, uma jovem e premiada realizadora da nova geração de cineastas ucranianas, este é um filme centrado na cidade de Luhansk, na época da sua ocupação por separatistas pró-russos.

No filme, a atriz Maryna Koshkina é uma professora de língua ucraniana, repentinamente obrigada a ensinar russo.

Daniil Kamenskyi, premiado como melhor ator no Festival Avanca, é um estudante adolescente de 17 anos, que ficou órfão entre a guerra, e é agora obviamente um rebelde.

Entre ambos, cresce uma tumultuosa paixão, pelo meio do avançar da ocupação.

No leste da Ucrânia, os confrontos faziam adivinhar a guerra que agora se vive.

Produzido pela Ucrânia e a Suíça, Esquecido, ainda em “Work in Progress”, foi premiado como “Projeto de Maior Potencial Internacional” no Festival de Odessa.

Entretanto teve a sua estreia mundial na competição oficial do 35º Festival de Varsóvia, tendo sido distinguido com o Prémio Especial.

Em Portugal, estreou no festival AVANCA, onde o filme recebeu uma menção especial e o prémio para o melhor ator.

Na Ucrânia, foi o filme de abertura do histórico festival de cinema “Molodist”, tendo a Academia Ucraniana de Cinema distinguiu Esquecido com o Prémio “Fight for Right” e Maryna Koshkina com o Prémio para Melhor Atriz.

Apropriadamente intitulado Esquecido, lida com as muitas vítimas do já longo conflito russo-ucraniano, que acaba de ganhar uma aterradora dimensão. Um filme que penetra nas cidades do leste da Ucrânia, ocupadas por separatistas nas chamadas repúblicas de Oblast, de Donetsk e Luhansk.

 

A realizadora Daria Onyshchenko, natural de Kiev e formada na escola de cinema HFF de Munique na Alemanha, é já conhecida dos espetadores portugueses.

A sua primeira longa-metragem, EASTALGIA, foi exibida na competição do AVANCA 2013 onde ganhou o Grande Prémio e também o prémio para o melhor ator, o austríaco Karl Markovics, no papel de um velho pugilista. Com produção da Ucrânia, Alemanha e Sérvia, este filme foi uma revelação.

ESQUECIDO é a sua segunda longa-metragem. Em toda a sua filmografia, a Ucrânia e os caminhos de construção da Europa, estão sempre muito presentes.

A estreia do filme deverá decorrer no final do mês de março nos cinemas d todo o país, sendo distribuído pela Filmógrafo.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo