Covid-19

A nossa rede social

Ovar é uma cidade com mural, com pedidos de amizade e com belas molduras. Ovar é  uma cidade feita como uma rede social. 

Os problemas não se passam estanques em determinados sítios, são partilhados, multiplicados por muitas vozes para melhor serem ouvidos. Em Ovar não se gosta apenas, também se comenta. Não basta dizer que é bonito, é necessário explicar a essência da beleza. Não basta dizer que é feio, é necessário elucidar do motivo. 

As amizades também aparecem e  não ficam pendentes,  responde-se de imediato. O Sol fez-nos um pedido de amizade no domingo de manhã e nós aceitámos, sorridentes, prontos a desfilar em mais uma Chegada do Rei. Com piadas, com rostos bonitos, com alegrias contagiantes em verso ou em sorrisos, o carnaval saiu à rua. As pessoas de fora fizeram gosto, partilharam. As de cá comentaram e publicaram, em alguns momentos quase em directo. Foto da piada preferida, upload  na página da nossa vida, espelho de alegria no nosso mural. 

As viagens traiçoeiras da aldeia para o centro, o nosso rei e nossa rainha, a televisão, a emigração, a coadopção, tudo serviu de mote às gargalhadas. Não há piada sem pessoas e a essência  da Chegada do Rei não está nas placas, está na vontade das pessoas que desfilam em larapiar sorrisos, em roubar boa-disposição. Houve um alerta da autarquia em relação a isso, com o aviso de que não se queria a Chegada do Rei a morrer. E quem melhor que todos para levarem isso em conta? 

Passou mais um domingo carnavalesco, saíram à rua mais piadas, mais grupos, mais pessoas e o nosso rei e a nossa rainha. A cidade, uma vez mais, está de  parabéns. Não venceram os que desfilaram, ou o casal real, venceram todos os que foram acariciados pelo sol, nas ruas, e mimados pelo carnaval nos sorrisos. 

Com uma Chegada do Rei deste nível, ganhámos mais pedidos de amizade de forasteiros, ganhamos mais respeito de amigos de há muito, ganhamos “gostos” na nossa organização e, com toda a certeza e principalmente, ganhamos partilhas. E isso é que é importante. 

Ovar necessita ser comentado, partilhado, divulgado e gostado. E estamos no bom caminho.   

Ricardo Alves Lopes (Ral)
http://tempestadideias.wordpress.com

[email protected]

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo