Covid-19

A nova realidade do atendimento Covid19 – Correio do Leitor

No sábado, as minhas filhas começaram a ficar doentes, ontem fiz teste COVID a cada uma e a mais nova dá positivo e a mais velha negativo, logo para a SNS24 e após 3H atendem a chamada e dizem ter prescrito o teste PCR e a declaração de isolamento (até agora não recebi nada).

Ontem, a mais velha passa a noite com febre alta e volto a repetir o teste que deu positivo, logo novamente para a SNS24 e após 2h30 depois de me transferirem a chamada duas vezes atende uma senhora que me pergunta se as meninas têm a garganta com pus, respondi que sim e a mesma diz que têm que ser avaliadas por um médico pois já têm infeção e têm que tomar antibiótico, esta mesma senhora encaminhar-me para o Centro de Saúde de Ovar informando que está aberto até as 17h e que basta chegar ao mesmo e dizer que fui encaminhada pelo SNS24. A chamada terminou às 15h30 e chegamos ao centro de saúde às 16h10. Assim que chegamos informam que não atendem mais ninguém e que o SNS24 teria que ter mais noção ao enviar os doentes porque fecham as 17h e têm que sair a horas. Pedi o livro de reclamações e expus a situação.

Saí de lá e tive que ligar para o meu médico do seguro para poder medicar as minhas filhas e terei que ir ao meu médico de família nesta segunda-feira (se conseguir) para lhe pedir no mínimo as justificações para as meninas estarem em isolamento e as podermos acompanhar.

Isto é uma palhaçada, saí de casa com as minhas filhas infectadas com o vírus, uma delas com febre, para não ser atendida para onde me encaminharam pois têm que sair à hora…

Depois vemos nas notícias os profissionais dos hospitais exaustos porque estão com as urgências entupidas de doentes não urgentes… PORQUE SERÁ?

Venho aqui expor esta situação para tentarem perceber, quem ainda não passou por isto, o que lhes espera e para perceber que se calhar não são as pessoas que são ignorantes e vão às urgências à toa, simplesmente não há muitas vezes outra forma. Os patrões e as escolas pedem justificações de faltas… É necessário realizar teste PCR para poder ter direito ao isolamento e assim à remuneração pelo mesmo, no meu caso, foi necessária avaliação médica e os senhores do Centro de Saúde de Ovar têm que sair a horas.

Tânia Íris Passos

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo