Publicidade
Covid-19
Em Destaque

Ambulâncias formam fila nas urgências do São Sebastião

Situação difícil nos hospitais da região

As ambulâncias com doentes têm formado fila, esta tarde, no Centro Hospitalar De Entre o Douro e Vouga, cuja ocupação de camas covid-19 tem estado acima dos 90% nas últimas semanas. Fonte hospitalar explicou que o número de ambulâncias à espera é normal nesta altura do ano e garantiu que não são apenas de doentes covid.

Neste momento, estão ali 128 pessoas internadas em enfermarias e destes estão 21 nos cuidados intensivos, . Na UCI covid estavam 16 homens e cinco mulheres, o mais novo tem 50 anos, o mais velho 81. A média de idades dos internados em intensivos ronda os 69 anos.

Desde o início deste mês, morreram 28 pessoas com covid no Hospital de São Sebastião. A sobrecarga está também na urgência. Em média, têm sido atendidos 390 doentes por dia, com pico a 6 de janeiro, dia em que foram vistos mais de 450. O Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga, na Feira, admite que é possível crescer e adaptar espaços para mais camas covid. 

publicidade

No Hospital de Aveiro, a morgue está com grande dificuldade em dar resposta ao elevado número de cadáveres que chegam às instalações, devido ao aumento da mortalidade relacionada com a covid-19. A unidade hospitalar viu a média diária de cadáveres a entrar nas instalações disparar de três para 15, cinco vezes mais do que o normal, sendo que a câmara frigorífica só tem espaço para oito.

O Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, por seu turno, prepara enfermaria com mais 18 camas para doentes Covid-19, depois de aberta uma outra no sábado que atingiu esta segunda-feira os 80% de capacidade, indicou fonte daquele hospital. Em informação remetida à agência Lusa, o CHVNG/E descreve que está a revelar-se necessário alargar a resposta para acolher doentes Covid-19, razão pela qual está a ser preparada uma reserva de mais 18 camas em enfermaria.

No Hospital de São João, no Porto, a taxa de ocupação de doentes Covid é de 82%. Os hospitais do Porto continuam sob pressão, mas estáveis. O São João mantém os 130 internados, 44 nos cuidados intensivos. No Santo António, há 116 doentes em enfermaria covid, 35 na UCI. Ambos mantêm a actividade programada.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo