Opinião

Andar… Por aí

E nós por aí andamos.

Visitamos o quartel “velho” dos Bombeiros Voluntários de Esmoriz, e ali encontramos uma placa que merece uma cópia para ser colocada no novo quartel, que é, afinal, o prolongamento da sua obra.

– Percebemos que a Junta de Freguesia “ouviu” alguns dos nossos reparos e lá para as bandas do lugar de Matosinhos, na estrada 109, já começaram a ser pavimentadas as bermas, obra que vai permitir maior segurança e tranquilidade para a movimentação dos peões.

– Na Estrada Nova, o empecilho de um muro, que o proprietário sempre disponibilizou para que fosse removido, finalmente, está a ir para o lugar certo, dentro das condicionantes que a “nova” obra implica.

– Tudo leva a crer que, depois de muitos anos de reparos, comentários, insinuações, acusações e outras coisas mais, o desdobramento dos locais de voto, vai acontecer.

Para a Praia e para Gondesende, os olhares foram voltados e os moradores naquelas zonas já não vão ter de se deslocar ao centro da cidade para votar.

Esperemos que ao seu dever cívico de votar, agora correspondam e não “fiquem em casa”, como alguns adeptos de futebol dizem saber o porquê.

Mas, com esta medida, que de há muito vimos a defender, não sabemos como irá funcionar, em dia de “botos”, o tradicional “velório”.

Se essa “triste figura” terminar, valeu a pena o desdobrar dos espaços para o instalar das mesas de voto.
– É dos regulamentos que as Juntas de Freguesia devem reunir, de quando em vez, em sala aberta ao público.

Por cá ia sendo hábito, essas reuniões acontecerem em horário da tarde. Hoje, sabe-se que esse horário foi alterado e as tais reuniões, onde o cidadão pode ouvir e ser ouvido, passam a acontecer, depois das 21 horas, na terceira segunda feira de cada mês.

– E para que as formalidades fiscais sejam cumpridas e respeitadas, lembramos os contribuintes de que as declarações do rendimento anual (IRS), devem ser entregues durante os meses de Março e Abril, para uns, e nos meses de Abril e Maio para outros.

Logo, deve inteirar-se, atempadamente, e munir-se dos documentos de suporte para que a sua declaração seja correctamente preenchida.

Sugerimos que use os serviços da NET, e para que assim aconteça, precisa de ter consigo a correspondente senha. Se não sabe “o que é isso”, pergunte a quem sabe.

Florindo Pinto

A opinião dos nossos comentadores é da sua exclusiva responsabilidade e não vincula a linha editorial do OvarNews

Artigos relacionados

Deixe uma resposta