Covid-19

APA assume necessidade de reabilitar troço sul da defesa aderente do Furadouro

O presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro, tem estado vigilante e reiterou que o avanço do mar “é o problema do nosso concelho e continuaremos, independentemente do Governo que estiver em funções, a lutar pela procura de soluções para esta problemática que afecta a população residente no aglomerados urbanos e as actividades económicas instaladas na frente de mar". 

Por outro lado, referiu o edil, "a nossa orla costeira é uma das riquezas naturais de Ovar que pretendemos potenciar enquanto pólos de atração turística e de dinamização da economia local”. 

Entretanto, o vice-presidente APA – Agência Portuguesa do Ambiente, Alexandre Simões, visitou, esta sexta-feira, a orla costeira do concelho de Ovar, tendo em vista a verificação in loco da problemática da defesa da Costa no território Concelho de Ovar, que tem vindo a piorar nos últimos dias devido às condições atmosféricas e ao estado do mar. 

A visita teve início na Praia de Esmoriz, prosseguindo para sul e passando pelas praias de Cortegaça, Maceda e Furadouro, constatando-se que as situações mais gravosas são as de Furadouro Sul e Cortegaça Sul. 

A visita terminou com uma reunião de trabalho, no salão nobre dos Paços do Concelho, na qual foi efectuado um ponto de situação dos trabalhos em curso e dos previstos, no âmbito do denominado PAVPL – Plano de Ação e Valorização e Proteção do Litoral.
 
\"\"Assim, no âmbito deste Plano estão previstas quatro intervenções no presente ano de 2014:
– Proteção Dunar e Minimização de Riscos nos Acessos às Praias do Litoral Centro;
– Proteção e Estabilização Dunar da Praia de Cortegaça; 
– Estudo e Projeto da defesa na Frente do Aterro Sanitário a Sul da Praia de Maceda;
– Reabilitação de troços das defesas aderentes de Esmoriz, Cortegaça e Furadouro.
 
Neste momento, encontram-se em fase de conclusão, duas intervenções do PAVPL, designadamente a Proteção e Requalificação da Praia de Maceda e a 2ª fase da Proteção da Marginal na Frente Marítima da Praia do Furadouro. 
 
Sensibilizados com a verificação in loco do problema da orla costeira, com a auscultação da população e partilhando das mesmas preocupações, os presentes assumiram o compromisso de, no âmbito da esfera das suas competências, diligenciar junto da tutela no sentido da resolver esta problemática que afecta o concelho de Ovar, nomeadamente nos casos mais urgentes e emergentes, como é o caso da Reabilitação da defesa aderente do troço sul da Praia do Furadouro.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta