Covid-19

Banda Filarmónica Ovarense ao "Mais Alto Nível

No passado domingo dia 17 de Novembro, a Banda Filarmónica Ovarense, participou na 1ª edição do III Ciclo do Festival de Bandas Filarmónicas, denominado “Filarmonia ao Mais Alto Nível”, produzido pela empresa “Cardoso & Conceição”.

O evento realizou-se no Grande Auditório do Europarque, em Santa Maria da Feira, e dos agrupamentos participantes constaram também, a Banda Musical de Loivos, Banda Musical de São Tiago de Silvalde, Banda Musical de Souto, e o Ensemble de Fagotes da classe do Prof. Kesteman, do ESMAE.

A Banda Filarmónica Ovarense abriu o seu concerto com a Marcha de Concerto 'Encantos Sabrosis', em homenagem ao compositor português, Alexandre Fonseca. Seguidamente interpretou, de Rafael Méndez, o Passodoble Plegaria Taurina, com o trompetista Vitor Granja a 

colo; de James Barnes 'Appalachian Overture; de Astor Piazzolla o Tango 'Oblivion', interpretado no acordeão por Ricardo Rodrigues e coreografado pelas Sonhos de Violeta; seguiu-se o tema Amor a Portugal, na voz de Laura Santos, e acompanhamento ao piano pela Professora Irene Silva; e terminou com o calor do samba, com o tema Caravan, com a participação da Escola de Samba Costa de Prata.

A coordenação do evento, bem como direção do concerto esteve a cargo Maestro Ascendino Silva, Diretor Artístico da Banda Filarmónica Ovarense.

A sala encontrava-se praticamente esgotada, sendo que a julgar pelos aplausos, a atuação da Banda Ovarense com os seus convidados, foi emocionante, trazendo um carater 
completamente diferente do que é a realidade, aparentemente conhecida, das Bandas Filarmónicas.

De acordo com o presidente da Banda, Alcino Andrade, “confere um enorme privilégio à Banda 

Filarmónica Ovarense participar neste evento, considerando-o um dos momentos mais importantes do seu Bicentenário Historial.” No concerto, entre outras individualidades estiveram presentes o presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro, acompanhado do Vereador da Cultura, Alexandre Rosas. (Fotos gentilmente cedidas por Miguel Vieira Pinto)

 

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo